Escolha uma Página

8 drinques com saquê que você encontra no Djapa

Drinques com saquê

Drinques preparados com saquê se popularizaram no Brasil. O ingrediente de extrema fama no Japão é produzido a partir da fermentação do arroz.

O saquê, também chamado de vinho de arroz, pode ser consumido puro – quente, gelado ou em temperatura ambiente –, como manda a tradição, mas sua versão mais ácida e seca ajuda a compor drinques a serem harmonizados com os pratos. Seu teor alcoólico varia de 13% a 16%.

Seja aqui ou em qualquer outro país, as bebidas de uma maneira geral são marcantes para o acompanhamento de aperitivos durante um bom bate-papo, para serem consumidas puras ou para marcar celebrações.

Misturando dois ou mais ingredientes, os drinques costumam chamar a atenção primeiro pela sua composição e depois pelo seu visual. Quanto mais criativos, mais desejo despertarão nos clientes.

 

Qual a origem do saquê?

A origem da bebida ainda é muito controversa.

Dizem que um pescador vivia na Ilha de Okinawa no século 8 e observava que um pardal levava no bico grãos de arroz para o ninho. Curioso, foi até o local e percebeu que no lugar onde junto dos grãos havia um líquido pastoso de sabor agradável e levemente alcoólico. Então, o pescador passou a vender o líquido e enriqueceu com o negócio.

De acordo com explicações científicas, o arroz fermentava em contato com a saliva do pássaro e as condições ambientais e de temperatura.

Outra versão defende que a bebida era consumida por monges em Nara, no ano 700. Eles descobriram que o arroz formava um líquido de sabor agradável quando azedava. Passaram a consumir o saquê no tempo de Aska, até que o hábito ganhou popularidade.

 

Como é feito o saquê?

A base do saquê é arroz, água e koji de arroz, micro-organismos que convertem a amido do arroz em açúcar. Para que o arroz se transforme em saquê, é realizado um processo de fermentação.

O saquê pode ser feito com o arroz que comemos tradicionalmente ou com arroz de saquê, próprio para preparação da bebida.

As técnicas de fermentação foram se modernizando ao longo dos séculos e ganhando cada vez mais adeptos, tanto que ganhou até uma data mundial especial: dia 1º de outubro, quando termina a colheita de arroz no Japão e começa a produção do produto.

No Brasil, o saquê chegou junto com os primeiros imigrantes japoneses, em 1908. E a primeira fábrica da bebida aqui no país foi a Indústria Agrícola Tozan, inaugurada em 1935, por Hisaya Iwasaki. O barão atendeu aos clamores dos japoneses que não se adaptaram ao sabor da cachaça brasileira.

 

Djapa oferece cardápio de drinques com saquê

Um dos restaurantes mais renomados de São Paulo possui oito bebidas em seu cardápio feitas à base de saquê. Confira o cardápio de drinques do Djapa:

1 – Akai: frutas vermelhas e saquê.

2 – Djapa: limão, gengibre, saquê e um toque especial.

3 – Fuji: suco de abacaxi, licor de kiwi, licor de pêssego e saquê.

4 – Gueixa: kiwi, ameixa, licor de morango e saquê.

5 – Imperador: kiwi, abacaxi e saquê.

6 – Mix: mistura de frutas e saquê.

7 – Samurai: limão, abacaxi, hortelã e saquê.

8 – Shogun: lima da pérsia, hortelã e saquê.

Qual deles você vai provar primeiro?

 

Onde encontrar bons drinques com saquê em São Paulo?

Você pode provar diferentes bebidas preparadas com saquê e saborear mais de 40 opções de pratos da culinária japonesa no Djapa.

Eleito um dos melhores rodízios de comida japonesa pela revista Veja Comer & Beber São Paulo 2018/2019, o restaurante Djapa oferece um sistema inovador de rodízio com pratos tipicamente orientais, incluindo ostras, camarão, lula, entre outros.

O Djapa nasceu em 2004, na cidade de Arujá, região metropolitana de São Paulo. Anos depois, inaugurou sua segunda unidade, em Mogi das Cruzes (SP), e em 2014 chegou à capital paulista, com a casa de Moema, zona sul de São Paulo.

Com ambiente aconchegante e uma equipe sempre empenhada em atender bem, o Djapa funciona diariamente, no almoço e no jantar, com cardápio tradicional completo, menu executivo e vegetariano.

Além do reconhecimento da revista Veja, o Djapa foi escolhido como o restaurante japonês número 1 de São Paulo pelas avaliações do site TripAdvisor e ganhou o prêmio de melhor rodízio de comida japonesa da capital paulista pela revista Go Where Gastronomia e pela rádio Jovem Pan em 2019.

 

Se preferir, faça seu pedido pelo delivery!

As unidades Moema, Mogi e Arujá do Djapa atendem você pelo Biz Food! Para fazer seu pedido no Djapa Mogi, clique aqui. Se você está mais perto da unidade Moema, clique aqui. E para pedir os pratos do Djapa Arujá, clique aqui.

Você também pode fazer seu pedido pelo aplicativo iFood, escolhendo pratos das unidades Moema e Mogi.

Outra opção é pedir pelo telefone e retirar diretamente no restaurante, em horário agendado e com toda segurança. Contate-nos: 11 4726-8773 e 4726-5997 (Djapa Mogi) e 11 2691-2003 e 11 2691-2004 (Djapa Moema).

0 comentários