Dicas de harmonização de vinhos com comida japonesa

Harmonização e vinhos

Pode parecer inusitado para algumas pessoas, mas a harmonização de vinhos com comida japonesa é possível sim!

É muito comum as pessoas pedirem saquê, suco, água e refrigerante para acompanhar os diferentes pratos da culinária oriental. Mas isso não é motivo para descartar um bom vinho. Escolhendo os rótulos certos, sua refeição ficará ainda mais sofisticada e saborosa.

Neste artigo, vamos ensinar você a fazer uma harmonização de vinhos correta e saborear os pratos da culinária japonesa de um jeito todo especial.

LEIA MAIS: Entenda os principais pratos da comida japonesa

 

Não erre na harmonização de vinhos com pratos japoneses!

O grande segredo da harmonização de vinhos é nunca deixar que o sabor da bebida seja mais marcante do que o prato a ser consumido. Isso quer dizer que uma receita leve pede vinhos mais suaves.

Existem alguns ingredientes da culinária japonesa – wasabi, gengibre, shoyu e vinagre de arroz – que acabam confundindo as pessoas na hora de escolher o vinho, principalmente porque, na grande maioria das vezes, servem de acompanhamento para peixes leves.

Mas a verdade é que, mesmo na presença desses ingredientes, é possível acertar na harmonização de vinhos.

Os pratos com shoyu pedem rótulos com maior acidez para suavizar o sabor salgado do molho. Como o wasabi costuma ressaltar a sensação do álcool presente no vinho, opte pelos adocicados ou com baixa graduação alcoólica.

Já os pratos acompanhados de gengibre pedem vinhos brancos e espumantes, que ajudam a tornar mais leve a ardência do ingrediente.

Veja outras dicas sobre harmonização de vinhos com comida japonesa:

 

Temaki, sushi e sashimi

Estes pratos que têm como ingrediente o peixe cru de textura leve pedem espumantes suaves e jovens ou vinhos verdes. Para as carnes com coloração mais escura, um vinho rosé pode ser uma boa opção. Vale lembrar que peixes crus também costumam harmonizar muito bem com vinhos mais ácidos.

 

Frituras e frutos do mar

As receitas mais cremosas, preparos com peixes mais gordurosos, os pratos fritos – harumaki, hot roll, guioza e tempurás, por exemplo – e aqueles que levam frutos do mar – combinam com vinhos brancos ou espumantes mais encorpados e com alto teor de acidez.

 

Pratos quentes

Para os peixes grelhados, yakisoba e lámens vale a pena investir nos vinhos tintos leves ou rosés. Esses vinhos ajudam a realçar o sabor desses pratos.

LEIA TAMBÉM: 10 entradas no Djapa para você escolher

 

Faça seu pedido pelo delivery!

Durante a quarentena, as unidades Moema, Mogi e Arujá do Djapa vão atender você pelo Biz Food! Para fazer seu pedido no Djapa Mogi, clique aqui. Se você está mais perto da unidade Moema, clique aqui. E para pedir os pratos do Djapa Arujá, clique aqui.

Você também pode fazer seu pedido pelo aplicativo iFood, escolhendo pratos das unidades Moema e Mogi.

Outra opção é pedir pelo telefone e retirar diretamente no restaurante, em horário agendado e com toda segurança. Contate-nos: 11 4726-8773 e 4726-5997 (Djapa Mogi) e 11 2691-2003 e 11 2691-2004 (Djapa Moema).

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SIGA-NOS NO FACEBOOK

SIGA-NOS NO INSTAGRAM

Desenvolvido por
Leelah Marketing