Escolha uma Página

Alimentação infantil: criança pode comer comida japonesa?

Alimentação Infantil

A alimentação infantil é uma das grandes preocupações dos pais que querem livrar os filhos dos excessos de açúcares, sódio e conservantes e de possíveis intoxicações. Todo este cuidado praticado em casa também se aplica na hora de reunir a família para comer fora.

E, nessa hora, muitos pais ficam em dúvida se as crianças podem comer comida japonesa.

Até os três anos de idade, o recomendado é dar preferência para os pratos com ingredientes cozidos e grelhados. As receitas com frituras devem ser consumidas com moderação.

Também é importante verificar a procedência dos ingredientes e higiene do local. No caso de dúvida ou possíveis alergias, a orientação é conversar antes com o médico da criança.

 

Alimentação infantil: o que oferecer para os filhos no rodízio japonês?

A culinária japonesa é muito rica e variada. Por isso, não faltam opções para as crianças se deliciarem de forma saudável com as receitas da culinária oriental.

O Djapa, um dos restaurantes japoneses mais renomados de São Paulo, oferece um rodízio com mais de 40 opções de pratos.

Confira alguns dos itens disponíveis em nosso cardápio que vão agradar a criançada:

Yakissoba: macarrão com legumes, que levam também frango ou carne.

Teppan: tiras de carne grelhadas em uma chapa de ferro. No Djapa, as opções são anchova, frango, filé mignon e salmão.

Guioza: massa bem fina no formato de pequenos pastéis ou trouxinhas com recheio de carne de porco moída ou legumes (repolho e cebolinha). Pode ser frita, grelhada ou cozida no vapor.

Harumaki: é o famoso rolinho primavera, uma massa bem fina feita à base de farinha de trigo enrolada e recheada de ingredientes doces ou salgados.

Lámen: macarrão com frango, ovo marinado, alga, kamaboco e molho.

Gohan: é o famoso arroz japonês. Os grãos são bem pequenos e ficam grudadinhos após o cozimento, facilitando o uso do hashi.

Entre as sobremesas, o restaurante oferece para as crianças mousse de chocolate, tempurá de sorvete, salada de frutas, harumaki (banana com goiaba ou chocolate com morango) e sorvetes, que são preparados pelo próprio restaurante.

Para beber, no cardápio há chás, água e sucos naturais sem adição de açúcar.

LEIA MAIS: Djapa tem pratos especiais para vegetarianos e veganos

 

Onde saborear um bom rodízio japonês em São Paulo?

Você e seus filhos podem se deliciar com mais de 40 opções de pratos da culinária japonesa no Djapa.

Eleito um dos melhores rodízios de comida japonesa pela revista Veja Comer & Beber São Paulo 2018/2019, o restaurante Djapa oferece um sistema inovador de rodízio com pratos tipicamente orientais, incluindo ostras, camarão, lula, entre outros.

O Djapa nasceu em 2004, na cidade de Arujá, região metropolitana de São Paulo. Anos depois, inaugurou sua segunda unidade, em Mogi das Cruzes (SP), e em 2014 chegou à capital paulista, com a casa de Moema, zona sul de São Paulo.

Com ambiente aconchegante e uma equipe sempre empenhada em atender bem, o Djapa funciona diariamente, no almoço e no jantar, com cardápio tradicional completo, menu executivo e vegetariano.

Além do reconhecimento da revista Veja, o Djapa foi escolhido como o restaurante japonês número 1 de São Paulo pelas avaliações do site TripAdvisor e ganhou o prêmio de melhor rodízio de comida japonesa da capital paulista pela revista Go Where Gastronomia e pela rádio Jovem Pan em 2019.

 

Se preferir, faça seu pedido pelo delivery!

As unidades Moema, Mogi e Arujá do Djapa atendem você pelo Biz Food! Para fazer seu pedido no Djapa Mogi, clique aqui. Se você está mais perto da unidade Moema, clique aqui. E para pedir os pratos do Djapa Arujá, clique aqui.

Você também pode fazer seu pedido pelo aplicativo iFood, escolhendo pratos das unidades Moema e Mogi.

Outra opção é pedir pelo telefone e retirar diretamente no restaurante, em horário agendado e com toda segurança. Contate-nos: 11 4726-8773 e 4726-5997 (Djapa Mogi) e 11 2691-2003 e 11 2691-2004 (Djapa Moema).

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *